BBB 14 já tem polêmica!

Image

É incrível como uma postagem com esse título rende, mas é verdade. A futilidade do conteúdo da televisão brasileira destrói qualquer mente desocupada. Basta você ver os comentários de quatro semanas após o lançamento do BBB. Uma avalanche de torcidas, brigas, insinuações sobre os participantes, que são chamaos de heróis pelo apresentador que teima que aceitemos que um bando de desocupados (quem achar ruim, me responda, o que eles fazem lá dentro de bom?) como heróis.
Herói pra mim é o cidadão, que trabalha o mês todo, para ganhar um triste salário mínimo, que mal da pra pagar as contas básicas de casa (aluguel, água, luz) e ainda vive ameaçado pela forte insegurança que vivemos. Herói são os policiais que tentam nos proteger, mas que tem que proteger o patrimônio megalomaníaco que o governador do meu Ceará criou(Viaturas milionárias que o digam). Heróis são os estudantes que tem que submeter as “cotas” que destroem planos por uma falsa igualdade. Heróis somos nós, e não participantes de um reality show com roteiro de novela e dirigido para enganar os coitados que assistem esse show de horrores.
Infelizmente, vai começar uma gastança sem medidas, de milhões de idiotas, que ao invés de dar centavos(que juntos viram milhões) para votar no próximo paredão, poderiam doar para salvar vidas em casas de recuperação ou ajudar escolas, ou instituições, ou simplesmente, investir em algo que não seja lixo televisivo.
Meu sonho era que ao invés de um programa como o BBB, tivéssemos programas sérios, educativos, que somente passam as cinco horas da manhã, horário que quase ninguém está acordado para receber aulas de cidadania e ser alguém melhor.

Bem, espero que ao começar o BBB, você tenha algo melhor pra fazer e desligue a TV.

Boa noite.

Anúncios

muay thai, te faz mais forte e ainda queima calorias.

Hoje resolvi falar sobre muay thai, a arte marcial que mais queima calorias entre os esportes de contato. Aproveito o embalo que a minha Eduarda está praticando e volto a postar no blog falando de um esporte que mexe com todo o corpo e que se aliado a uma boa reeducação alimentar, faz você ficar em forma em alguns meses.

Imagem

Bem, como eu não sou uma enciclopédia, resolvi consultar a mais próxima que eu tenho, a wikipédia, para falar sobre o muay thai, vejamos o que eu achei:

“Muay thai é uma arte marcial originária da Tailândia, onde é considerado desporto nacional. Esta arte marcial é conhecida como “a arte das oito armas”, pois caracteriza-se pelo uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés, estando associada a uma boa preparação física que a torna uma luta de contato total bastante eficiente.

Assemelhando-se a outras artes marciais como o pradal serey do Camboja, o tomoi da Malasia, o lethwei da Birmânia e o muay lao de Laos, o muay thai foi desenvolvido há mais de mil anos, sendo atualmente considerada uma das mais poderosas lutas de contato do mundo. Uma luta que além de praticar elaboradas técnicas de punhos e pernas, é encarada como uma das artes marciais que mais faz uso eficiente dos joelhos e cotovelos. O muay thai tornou-se popular no século XVI, contudo começou a ser internacionalmente difundido apenas no século XX, quando inúmeros lutadores tailandeses conquistaram diversas vitórias sobre representantes de outras artes marciais. O desporto desenvolve um ótimo condicionamento físico, concentração e autoconfiança ao praticante. A maioria das associações e confederações mundiais não aprovam o uso das cotoveladas em lutas oficiais mantendo assim a integridade física dos atletas, sendo estas técnicas consideradas somente nas regras asiáticas, embora ultimamente as mesmas se encontrem cada vez mais em evidência.
Hoje em dia o muay thai ter-se-á convertido num símbolo nacional do reino da Tailândia, sendo o desporto nacional mais praticado no país. As suas raízes encontram-se no Muay Boran, uma arte ancestral que foi desenvolvida a partir de uma forma de luta designada de Chupasart. Esta arte deu origem ao atual muay thai e ao krabi krabong. Actualmente, o muay thai é visto como sendo um desporto radical que favorece a realização de apostas com ênfase no sudoeste asiático.”

Imagem

 Então, além dessa fonte, achei vários sites e blogs muito interessantes, desde sites com verdadeiras aulas, até um site específico para mulheres que praticam o esporte. Esse site é o MUAY THAI MULHER. Achei fantástico e passei bons minutos tentando absorver mais sobre ele para mostrar pra minha Dudinha.

Mas vamos falar sobre o que é preciso para praticar o muay thai, para você que está desde o ano passado dizendo que vai começar a praticar e não sai da frente desse computador. Tomara que eu consiga mudar sua visão sobre o esporte e consiga que você vá até a academia mais próxima e se matricule ao terminar de ler esse post. Mas lembre-se, só depois de ler tudo o que eu escrevi.

Ataduras: são essenciais desde o início. Custam entre 10 a 40 reais e você precisa mesmo delas para treinar.
Luvas: Outro equipamento básico, mas totalmente necessário. Fiquei assustado quando a Duda disse que é entre 80 a 200 reais. Mas, como disse, você vai precisar delas para treinar e lutar.
Caneleiras: como você chuta muito e usa muito as pernas, é mais um dos requisitos básicos para treinar e lutar, até porque, se chutar errado pode machucar feio e não é isso que você quer, não é?
Protetor de boca: Não que você possa perder os dentes ou cortar a boca todo treino, mas acidentes acontecem, não é? 
Quem quiser mais detalhes, dá uma olhada nesse post do site da Alessandra Ferreira clicando aqui.

Outro aspecto que acho interessante, é o lado dos exercícios físicos. O muay thai é um esporte que faz usa quase que seu corpo inteiro, portanto, devemos alongar todo o corpo antes do treino, para evitar dores e indisposições. Também é interessante trabalhar bem as abdominais e os exercícios para o core, região central do seu corpo e que necessita estar 100% para evitar lesões e acabar com aquela dor nas costas.

Então, para saber mais, fica ligado que logo logo volto a postar sobre isso e mostrar as mudanças que ele faz com a minha Duda.

Até logo mais. 

 

 

Crowdsourcing, crowdfunding, afinal, o que são essas coisas?

O futuro é trabalhar em equipe sempre
Crowdsourcing, crowdfunding, tendências do mundo atual.

Bem, desde semana passada tento explicar pra um amigo o que é Crowdfunding, para ele entender como financiar um projeto social que ele cuida. Mas é complicado de explicar sem saber direito, então, fui ler a respeito e vim pra cá pra postar algo e explicar o que entendi.

Termos técnicos nem sempre são traduzidos para nosso velho e bom português, sendo facilmente adaptados a nossa língua, vão se popularizando dia após dia.Chamam isso de anglicismo. Vejam alguns exemplos:

  • browser (navegador; leitor de hipertexto);
  • cowboy (vaqueiro; no estilo do Velho Oeste nos EUA): filme de cowboy; Homem que luta por justiça nos filmes de séries dos EUA.
  • drag queen (travesti, homem vestido de mulher)
  • hit (sucesso, grande sucesso: canção que faz sucesso – Música)
  • Home Depot (grande loja de materiais de construção, loja para venda de vários acessórios para a casa)
  • home theater (cinema em casa): Áudio de qualidade sem precisar de caixas de som, aparelho para produzir filmes com óptimas qualidade de imagens
  • home video (vídeo doméstico)
  • link (ligação – em informática):
  • links externos (ligações externas);
  • mouse (periférico de computador, em informática);
  • play (reproduzir, tocar; reprodução: de música ou vídeo);
  • performance (desempenho): alta performance de um computador (o alto desempenho de…)
  • piercing (perfuração ornamental: em orelhas, dentes, umbigos etc)
  • pub (bar, cervejaria)
  • ranking (classificação, quadro de classificações)
  • remake (regravação – Música)
  • remix (mistura – Música)
  • shopping center ou apenas shopping (centro de compras, centro comercial);
  • single (compacto: versão pequena, com 2 ou 4 músicas)
  • site (sítio, em informática); site oficial (sítio oficial)

Então, vamos as explicações.

Fim do outsourcing?
Será a morte do outsourcing?

crowdsourcing é um modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários espalhados pela internet para resolver problemas, criar conteúdo e soluções ou desenvolver novas tecnologias.

O crowdsourcing possui mão-de-obra barata, pessoas no dia-a-dia usam seus momentos ociosos para criar a colaboração.

É uma nova e crescente ferramenta para a inovação. Utilizado adequadamente, pode gerar ideias novas, reduzir o tempo de investigação e de desenvolvimento dos projetos, diminuir nos custos, para além de criar uma relação direta e até uma ligação sentimental com os clientes.Dois bons exemplos de produtos obtidos através do sistema são os sistema operacional Linux e o navegador Firefox, que foram criados por um exército de voluntários ao redor do mundo.

Comporta a noção de que o universo dos internautas pode fornecer informações mais exactas do que peritos individuais. A idéia é que o todo seja capaz de se auto-corrigir. Se um grande número de pessoas é capaz de corrigir os erros uns dos outros – quer estes sejam por ignorância ou preconceito – os resultados serão no global mais fiáveis do que a resposta de um indivíduo ou de um pequeno grupo. O maior exemplo desse conceito é a própria Wikipedia, que é praticamente tão precisa nas suas definições como uma enciclopédia tradicional e consideravelmente mais cómoda de usar.

Como referem Tapscott e Antony D. Williams, em Wikinomics, as novas “armas de colaboração em massa”, que têm um custo reduzido (desde as ligações Voip e software livre) permitem que muitos milhares de indivíduos e pequenos produtores criem em conjunto produtos, acedam a mercados e deliciem os seus clientes, o que no passado só as grandes empresas conseguiam. As pessoas agora partilham conhecimentos e recursos que lhes permitem criar uma vasta gama de bens e serviços que qualquer um pode usar e modificar.

Acho que isso tem muito a ver com o Brasil e tende a se difundir rapidamente no ambito nacional. Regionalmente, moro no Ceará, para quem não sabe, já vi dois projetos que não eram designados assim, mas tinham tudo de crowdsourcing. Não posso divulgar, pois ambos estão ainda em fase de confidencialidade. Coisas de mercado brasileiro, pois, se você cria algo, que acha que é bom, mas tem medo que roubem sua idéia, não é bom.

Mas acho que poderíamos tentar usar o crowdsourcing para melhorar nossa cidade. Se a prefeita fosse adepta e soubesse escutar a população, já teria resolvido vários problemas socio-habitacionais da nossa cidade. Vejo casos que fogem da realidade aqui em Fortaleza, uma cidade em que um jardim japonês é mais importantes que postos de saúde ou escolas, que um hospital essencial leva oito anos para ser construído e que pedaços de asfalto são colocados nas ruas perfeitamente esburacadas. Uma cidade planejada para ser “bela”. Sonhar não custa nada. Gostaria de ver um prefeito adepto do pensamento coletivo. Onde as pessoas pudessem realmente opinar e não serem forçadas a votar somente.

Crowdsourcing é muito utilizado na área do software livre, como Linux, Firefox e outros. Pois muitas cabeças funcionam melhor que uma.

E crowdfunding? Confundiu?

Retirei esse texto de um blog que leio bastante. CrowfundingBR.
Confunda não, meu irmão.
Financiamento coletivo.
Mas afinal, o que é crowdfunding?

De forma bem simples, é o termo para usarquando a gente fala de iniciativas de financiamento colaborativas. Traduzindo para o português seria algo como “financiamento pela multidão”. A ideia é que várias pessoas contribuam, com pequenas quantias, de maneira colaborativa, a viabilizar uma ideia, um negócio, um projeto.

O Wikipédia – que, por sinal, é uma iniciativa “crowd” – define crowdfunding como uma ação de cooperação coletiva realizada por pessoas que contribuem financeiramente, usualmente via internet, para apoiar iniciativas de outras pessoas ou organizações.

Um crowdfunding no nosso dia a dia

Tem um interessante exemplo de crowdfunding que eu, você, quase todo mundo, já participa há muito tempo: pagando nossos queridos impostos!

O que mais seriam os tributos do que várias pessoas contribuindo com parte da sua renda para financiar os gastos e os investimentos do governo?

Ok, não é lá uma constatação das mais agradáveis, mas faz sentido, não?

crowdfunding que vai mudar o mundo

crowdfunding que vem revolucionando o modo de viabilizar projetos é particularmente diferente desse, sem escapatórias, dos impostos. Nesse novo modelo, quem incentiva faz porque gosta e se identifica com os projetos. Surge a oportunidade de fazer parte de algo grande, mesmo contribuindo com pouco! E qualquer um com uma ideia na cabeça pode se utilizar do crowdfunding. Ele é uma maneira de levantar o dinheiro que você precisa, para realizar o que você sonha, através de pessoas que anseiam por te ajudar.

O mecanismo é simples, você pede uma quantidade de dinheiro que irá possibilitar a realização do seu projeto, espalha a sua ideia, e depois recompensa a “multidão” que te apoiou.

Que tal um exemplo?

No começo de 2009, Emyle James começou a filmar as manifestações realizadas por ativistas ambientais ao redor do Reino Unido, documentando um ano de ações, começando em uma reunião do G-20 em Londres.

Com mais de 300 horas gravadas, Emily precisava financiar a pós-produção de seu filme de 75 minutos, ou seja, precisava de £20,000. Para levantar esse dinheiro, resolveu criar um site e apostar no crowdfunding!

O objetivo era arrecadar em 20 dias, 20 mil libras, e para isso criaram diferentes faixas de incentivos. Por exemplo, quem incentivasse com £10 receberia uma link para download do filme antes de ser lançado, quem contribuísse com £75 ganharia uma cópia do DVD e 2 ingressos para ver o filme no cinema, entre outros.

A ação gerou muita repercussão na mídia. Emily foi entrevistada por jornais como o The Guardian e juntamente com o boca a boca gerado nas mídias sociais – feito tanto pelos idealizadores quanto pelas pessoas que incentivaram o projeto – fez com o objetivo fosse alcançado e superado: £21,400!

O futuro é crowdfunding

Ideias como essa não param de surgir ao redor do mundo – o Brasil não fica fora disso – e cada vez mais ocrowdfunding é visto como a maneira ideal para tirar boas ideias do papel.

E você, conhece iniciativas parecidas? Tem outra definição de crowdfunding? Crowdsourcing?  Discorda, concorda com o que foi falado aqui nesse post?

Esse vídeo mostra uma boa iniciativa de crowdfounding:

No próximo post falarei mais de iniciativas nos dois casos e sobre outra tendência muito interessante. Coworking.

Até mais.

iPad – Porque todo mundo deveria ter um.

Ipad, em várias cores.
O tablet mais desejado do mundo.

Antes de começar a ler, venho logo lhe pedir desculpas por ter demorado a postar depois do incidente preconceituoso do post anterior. Mas, foi muito bom, pois a polêmica rendeu muito e fiquei uns dias estudando o que postar.

O post tá meio grandinho, mas garanto que se você ler até o final, vai ter uma surpresa memorável e vai gostar muito.

Sempre quis postar algo a respeito do Ipad, mas nunca tinha uma experiência que me desse chance de falar o que realmente acho dele. Então tive o prazer de ganhar um Ipod Nano dos meus amigos Paulo&Verô. Tá, você deve tá se perguntando, o que tem isso a ver? Calma, eu explico. O Nino, meu Ipod Nano, veio me abrir os olhos pras maravilhas do iTunes. Sempre quis tê-lo como player no meu pc, mas sempre evitei por causa da falta de memória para aguentar ele e seus cinco serviços agregados(realmente ele pesa um pouco mais que deveria, mas vale.) então veio o Nino e tive que me render. Parei alguns serviços que meu W7 não usa com regularidade e instalei. Vou ser sincero pra você, estou apaixonado. O iTunes me deixou viciado de novo em Podcasts, passei a ouvir mais meus louvores preferidos(graças a disputa com a Mari e Duda pra ouvirem também.), minhas descobertas do dia a dia(Pedra Leticia, já tinha escutado falar, mas nunca tinha escutado, obrigado Gabi MM.), mas, sem duvida o melhor de todos, é poder ouvir dois dias seguidos sem carregar, a autonomia do Nino é supreendente. Amei. Tá, ainda não entendeu o que tem a ver com o Ipad. Eu sei, explicando então. Ao abrir o iTunes pela primeira vez, me deparei com a loja de aplicativos dos produtos da Apple. Lá vi uma centena de centenas de programas interessantes(e outros nem tanto.) para mim. Mas, pena, todos para qualquer coisa que não fosse o Nino. Então, fui ver o que podia baixar pra ele, fucei em tanta coisa, que resolvi escrever o porque da necessidade de ter um Ipad.

Primeiro vou colocar a explicação da wikipedia:

iPad é um dispositivo em formato tablet produzido pela Apple Inc. O aparelho foi anunciado em 27 de janeiro de 2010, em uma conferência para imprensa no Yerba Buena Center for the Arts em São Francisco. Meses antes de seu anúncio, surgiram rumores do nome do aparelho: iSlate, iBook e iTablet, entre outros.

O iPad foi apresentado como um dispositivo situado a meio caminho entre um MacBook e um iPhone. O dispositivo utiliza o mesmo sistema operacional do iPhone e é voltado para o público leigo, devido ao tipo de interface oferecido.

A recepção inicial do iPad foi bastante misturada, com muitos entusiastas ficando contra o aparelho devido ao que percebem como limitações e com outros tantos demonstrando grande empolgação com facilidade de interação que a interface demonstra.

O evento de apresentação do produto pode ser conferido no site da Apple Inc.

As especificações técnicas incluem redes sem fio Wi-Fi 802.11n e Bluetooth 2.1, tela touch de 9,7 polegadas, acelerômetro e bússola. O chip foi identificado pela Apple como A5, de 1 GHz (dual-core). Seu peso é de 601 gramas (613 gramas na versão 3G) e sua espessura é de 8.8mm. Bateria dura mais de 10 horas e 1 mês em standby. Possui diferentes versões com espaços de 16, 32 e 64 GB em ambas versões.

Agora, mostrar a definição técnica que eu mais gostei:

iPad(primeira versão) via ibyte.

Tela
– Tela Multi-Touch widescreen brilhante de 9,7 polegadas (diagonal), retroiluminada por LEDs, com tecnologia IPS. Resolução de 1024 por 768 pixels, 132 pixels por polegada (ppp)

Ambiente sem fio e celular
– Wi-Fi (802.11a/b/g/n)
– Tecnologia Bluetooth 2.1 + EDR

Capacidade
– Unidade flash de 32 GB

Processador
– Apple A4 de 1GHz de alto desempenho e baixo consumo de energia em um chip, desenvolvido especialmente para o iPad

Reprodução de áudio
– Resposta de freqüência: 20 Hz a 20.000 Hz
– Formatos de áudio suportados: AAC (16 a 320 Kbps), AAC Protegido (da iTunes Store), MP3 (16 a 320 Kbps), MP3 VBR, Audible (formatos 2, 3 e 4), Apple Lossless, AIFF e WAV

Bateria e energia
– Bateria interna recarregável de polímero de lítio de 25 watts/hora
– Até 10 horas para navegar pela web em Wi-Fi, assistir vídeos ou escutar música
– Carga via adaptador de energia ou USB para o computador

Medidas e peso
– Dimensões: 242,8 x 189,7 x 13,4 mm
– Peso: 680g

Agora, muita gente, muita gente mesmo, falou mal do coitado do iPad por inúmeras razões(algumas eu tenho de concordar até.) que o gadget não ia vender bem, não teria futuro, pura inveja. O Steve Jobs depois de reinventar a Apple, reinventou o iPad fazendo a versão 2.

O tablet mais desejado do mundo.
iPad 2. Todo mundo deveria ter um.

Olha a diferença das especificações e diga se não vale a pena investir na mudança:

O iPad 2 vem com duas câmeras para chamada com vídeo FaceTime e gravação de vídeo em HD e Chip Apple A5 dual core de 1GHz personalizado, de alto desempenho e baixo consumo de energia com sistema embarcado. A melhor forma de explorar a web: e-mails, fotos e vídeos, sem dúvida. Com design revolucionário e excelente gama de serviços, com o iPad você tem a opção de manusear todo o conteúdo, tanto no modo horizontal quanto no modo vertical e usufrui de incríveis aplicativos para funções praticamente impossíveis de serem feitas em outros dispositivos. O iPad 2 está ainda mais surpreendente. E se parece ainda menos com qualquer outra coisa.

Mais fino, mais leve e cheio de grandes idéias.
Quando você puser as mãos em um iPad 2, vai ser difícil largar. É exatamente essa a idéia por trás do seu novo design. Ele está 33% mais fino e até 15% mais leve. Tudo para ficar ainda mais confortável em suas mãos. E como navegar na web, conferir seus e-mails, assistir a vídeos e ler é tão natural, pode ser que você até se esqueça que está com essa tecnologia incrível nas mãos.

Wi-Fi e 3G.
Duas formas ótimas de se manter conectado.
Todos os modelos de iPad vêm com a avançada tecnologia sem-fio 802.11n, que detecta automaticamente redes Wi-Fi às quais você pode se conectar com apenas alguns toques. O iPad também está disponível em 3G. Ou seja, mesmo que você esteja em algum lugar sem Wi-Fi, como em um camping ou na rua, por exemplo, você poderá navegar na Internet, conferir seus e-mails e obter itinerários.

Chip dual-core A5. É rápido. Vezes dois.
Dois núcleos poderosos em um único chip A5 significam que o iPad consegue ser duas vezes mais rápido. Você irá notar a diferença quando navegar na web, assistir a vídeos, fizer chamadas com vídeos usando o FaceTime e for de um app para outro. O processo multitarefa é mais tranquilo, os apps carregam mais rapidamente. Enfim, tudo funciona melhor.

Gráficos super rápidos.
Com desempenho gráfico até nove vezes superior, jogar no iPad 2 ficou ainda melhor e mais realista. Os processadores gráficos mais rápidos melhoram o desempenho dos apps, principalmente dos apps com vídeo. Você vai perceber isso quando estiver percorrendo sua biblioteca de fotos, editando vídeo no iMovie e vendo animações no Keynote.

Uma bateria de longa duração, assim como você.
Mesmo com um design mais fino e mais leve, o iPad 2 ainda vem com a mesma bateria com incríveis 10 horas de duração. É tempo mais do que suficiente para aguentar um voo longo, uma noitada de filmes e até mesmo vários congestionamentos. O chip A5 de baixo consumo de energia e o iOS colaboram para a duração da bateria; tudo para que você tenha mais mobilidade.

Duas câmeras. Diga alô para o FaceTime no iPad.
Você verá duas câmeras no iPad, uma na frente e uma na parte de trás. Elas são minúsculas, mas poderosas. Foram desenvolvidas para as chamadas com vídeo com FaceTime e funcionam juntas para que você possa conversar e também ver quem você quiser. A câmera frontal coloca você e os seus amigos frente a frente. Alterne para a câmera traseira durante a ligação para mostrar onde você está, com quem, ou o que está acontecendo. Digamos que você está no meio de uma conversa de mensagem de texto quando você vê algo que vale a pena ser filmado. E tudo em HD, para que todo vídeo fique uma obra prima. Você também pode tirar fotos engraçadas com o Photo Booth. É diversão certa.

Tela retroiluminada por LED. Uma visão fantástica.
O iPad é uma grande e bonita tela de 9,7 polegadas de fotos, vídeos, páginas da web, livros e o que mais você quiser ver. Tudo em alta resolução. A retroiluminação por LED deixa tudo incrivelmente claro, vivo e brilhante. Mesmo em lugares com baixa luminosidade, como em um avião. E o melhor: não existe um jeito errado de segurar o iPad. Ele foi desenvolvido para mostrar o conteúdo tanto horizontal como verticalmente, como você preferir. Ou seja, até de cabeça para baixo a tela se ajusta automaticamente. Com tecnologia denominada IPS (in-plane switching), a tela proporciona um amplo ângulo de visão de 178°. Levante-o para que alguém que estiver do outro lado da sala veja o que você quiser mostrar, compartilhe-o com alguém sentado ao seu lado. Todos, sem exceção, terão uma visão privilegiada.

Multi-Touch. Tudo ao alcance dos seus dedos.
A tecnologia é muito avançada, mas, ao mesmo tempo tão natural, que praticamente não se percebe. Com o Multi-Touch no iPad, você usa os dedos para navegar na web, escrever e-mail, ler livros e percorrer fotos. Tudo fica mais fácil e divertido. E como funciona? Quando os seus dedos tocam a tela, campos elétricos sentem esse toque. E tudo o que você tocar, deslizar, percorrer, esticar é transformado em ações reais. Muito simples.

iOS 4. O sistema operacional móvel mais avançado do mundo.
O iOS 4 é o sistema operacional do iPad (e também do iPhone e do iPod touch). Ele permite navegar, ler e fazer praticamente tudo apenas tocando a tela. Já vem com apps poderosos, inovadores e divertidos que você pode usar todos os dias, várias vezes ao dia. Além disso, é a plataforma de milhares de apps criados especialmente para o iPad. Em resumo: ele é altamente seguro, estável, rápido e feito para operar tranquilamente com o hardware do iPad. O iOS 4 é responsável por nenhum outro dispositivo chegar nem perto do iPad.

Liga na hora. Assim como a diversão.
Pegue seu iPad e pressione o botão de Início para que ele seja ativado imediatamente. Isso acontece porque o iPad vem com o sistema armazenado em memória flash para acesso rápido, eficiente e confiável aos dados. E para que tudo aconteça prontamente.

Giroscópio, acelerômetro e bússola. O iPad acompanha todos os seus movimentos.
O acelerômetro interno permite que você gire o iPad horizontal ou verticalmente e até o vire de cabeça para baixo. Não importa. De qualquer jeito, tudo o que você estiver assistindo, lendo ou vendo se ajustará à dimensão da tela. E agora o acelerômetro, o giroscópio de três eixos e a bússola funcionam juntos. Eles entendem onde o iPad está, para qual direção está apontando e como está se movendo. Ou seja, com isso os mapas e outros apps entendem qualquer tipo de movimento, até mesmo 360º. O máximo. E isso é só o começo para apps ainda mais incríveis no iPad.

Detalhe das duas cameras.
Versões em branco e preto. As cores da elite.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Capacidade
– Armazenamento de 64GB

Ambiente sem-fio 
– Modelo Wi-Fi + 3G: UMTS/HSDPA/HSUPA (850, 900, 1900, 2100 MHz); GSM/EDGE (850, 900, 1800, 1900 MHz)
– Somente dados
– Wi-Fi (802.11a/b/g/n)
– Tecnologia Bluetooth 2.1 + EDR

Tela
– Tela Multi-Touch widescreen brilhante de 9,7 polegadas (diagonal), retroiluminada por LED, com tecnologia IPS
– Resolução de 1024 por 768 pixels, 132 pixels por polegada (ppp)
– Revestimento resistente à impressão digital e oleosidade
– Suporte à visualização de vários idiomas e caracteres simultaneamente

Chip
– Chip Apple A5 dual core de 1GHz personalizado, de alto desempenho e baixo consumo de energia com sistema embarcado

Câmera, fotos e gravação de vídeo
– Câmera traseira: Gravação de vídeo HD (720p), até 30 quadros por segundo, com áudio; câmera estática com zoom digital de 5X
– Câmera frontal: Gravação de vídeo VGA, até 30 quadros por segundo, com áudio; câmera estática com qualidade VGA
– Dê um toque para controlar a exposição em vídeos e imagens estáticas
– Identificação do local onde a foto foi tirada e o vídeo foi feito via Wi-Fi

Alimentação e bateria
– Bateria interna recarregável de polímero de lítio de 25 watts/hora
– Até 10 horas para navegar pela web em Wi-Fi, assistir vídeos ou escutar música
– Até 9 horas para navegar pela web via rede de dados 3G
– Carga via adaptador de energia ou USB para o computador

Entrada e saída
– Porta de conexão para base de 30 pinos
– Minijack para fone de ouvido estéreo de 3,5 mm
– Alto-falante integrado
– Microfone
– Slot para cartão Micro-SIM (no modelo Wi-Fi + 3G)

Sensores
– Giroscópio de três eixos
– Acelerômetro
– Sensor de luz ambiente

Localização
– Wi-Fi
– Bússola digital
– GPS Assistido
– Celular

Reprodução de áudio
– Resposta de freqüência: 20Hz a 20.000Hz
– Formatos de áudio suportados: HE-AAC (V1 e V2), AAC (8 a 320 Kbps), AAC Protegido (da iTunes Store), MP3 (8 a 320 Kbps), MP3 VBR, Audible (formatos 2, 3, 4, Audible Enhanced Audio, AAX, e AAX+), Apple Lossless, AIFF e WAV
– Limite máximo de volume configurável pelo usuário
– Som Dolby Digital 5.1 surround com adaptador AV digital da Apple (vendido separadamente)

TV e vídeo
– Suporte a espelhamento de vídeo e saída de vídeo: Até 1080p com adaptador AV digital da Apple ou adaptador VGA da Apple (cabos vendidos separadamente)
– Suporte à saída de vídeo a 576p e 480p com cabo AV Componente da Apple, 576i e 480i com cabo AV Composto da Apple
– Suporte a formatos de vídeo: Vídeo H.264 até 720 pixels, 30 quadros por segundo, versão Main Profile nível 3.1 com AAC- LC até 160 Kbps por canal, 48kHz, som estéreo nos formatos de arquivo .m4v, .mp4 e .mov; vídeo MPEG-4, até 2,5 Mbps, 640 por 480 pixels, 30 quadros por segundo, Simple Profile com áudio AAC-LC até 160 Kbps, 48kHz, som estéreo nos formatos de arquivo .m4v, .mp4, e .mov; Motion JPEG (M-JPEG) até 35 Mbps, 1280 por 720 pixels, 30 quadros por segundo, audio in ulaw, áudio estéreo PCM no formato de arquivo .avi

Suporte a anexos no Mail
– Tipos de documento visualizados: .jpg, .tiff, .gif (imagens); .doc e .docx (Microsoft Word); .htm e .html (páginas web); .key (Keynote); .numbers (Numbers); .pages (Pages); .pdf (Preview e Adobe Acrobat); .ppt e .pptx (Microsoft PowerPoint); .txt (texto); .rtf (rich text format); .vcf (informações de contatos); .xls e .xlsx (Microsoft Excel)

Acessibilidade
– Suporte à reprodução de conteúdo em legenda oculta
– Leitor de tela VoiceOver
– Zoom em tela cheia
– Branco sobre preto
– Áudio mono

Requisitos ambientais
– Temperatura operacional: 0° a 35°C (32°a 95°F)
– Temperatura não-operacional: -20° a 45°C (-4° a 113°F)
– Umidade relativa: 5% to 95% não-condensável
– Altitude máxima de operação: 3.000 m (10.000 pés)

Requisitos do sistema Mac
– Computador Mac com porta USB 2.0
– Mac OS X v10.5.8 ou posterior
– Recomenda-se iTunes 10.2 ou posterior
(baixe gratuitamente em http://www.apple.com/br/itunes/download)
– Conta na iTunes Store
– Acesso à Internet

Requisitos do sistema Windows
– PC com porta USB 2.0
– Windows 7, Windows Vista, Windows XP Home ou Professional com Service Pack 3 ou posterior
– Recomenda-se iTunes 10.2 ou posterior
(baixe gratuitamente em http://www.apple.com/br/itunes/download)
– Conta na iTunes Store
– Acesso à Internet

Conteúdo da Embalagem
– iPad 2
– Cabo com conector para USB
– Carregador USB de 10W
– Documentação

Dimensões e Peso
– 18,57 x 24,12 x 0,88cm (L x A x P)
– 0,613 Kg

Cansou? Nãooo? Então tem mais, assista esse vídeo do TechMundo:

Então, vale a dica, se você quer um tablet, não se contente com um XingLing qualquer, invista num melhor, invista mesmo, vale a pena.

Agora a pergunta, o que eu ganhei com isso? Nada, só quero dividir meu conhecimento com você e quem sabe, ouvir de um amigo que comprou e que ta muito feliz graças a minha dica.

Mas, se alguém quiser me presentear, meu aniversário em em 24 de janeiro. Então, aproveitando a data, junta dia dos pais, dia das crianças(eu ainda sou uma, viu!), natal e meu aniversário e me dá um de presente. Vou ficar muito agradecido. Ah, prefiro ele branco viu.

Mas, se um lojista tiver lendo e quiser me vender parcelado em 36 vezes, eu topo na hora.

Ah, além da ibyte, a CStore também vende, e essa é especialista em Apple.

Abração e aguardem mais novidades.

Ah, tá procurando a surpresa não é? Então, surpresa é ter feito você ler tanto sem se cansar. Por isso, acabou de ganhar um amigo pro resto de sua vida. Aproveite.

 

Pra finalizar, achei esse iPad e achei a cara de uma amiga, Karlinha Scarpiera.

Versão criada especialmente para minha amiga Karla Scarpiera.
iPad 2. Versão Crystal.

Como lidar com o fracasso. Homenagem a Mano Menezes.

Retirado do KibeLoco.
Oh e agora quem poderá nos salvar?

Devido a queda prematura das favoritas seleções do Brasil e Argentina na Copa América 2011, resolvi buscar na minha memória grandes fracassos que eu já vivi. A dor da perda, pensando no lado futebolístico, já vivi bastante, desde 1982, que sem dúvida foi a derrota mais digna, até 2010 com a seleção do futebol sem arte. Mas o maior de todos acho que vivi hoje. Não aceito uma seleção brasileira perder quatro penalidades. Se fosse uma do Neymar, até aceitava. Mas quatro?

Mas é a vida. Então, voltando ao fracasso, queria entender o que aconteceu, então, vou postar minha opinião e gostaria de ouvir a sua, pode ser?

André Santos, batendo penalti, mais um fracasso do Mano.

Ao contrário de muitos, eu achei muito bom o Brasil ter saído da Copa América. Calma, não precisa me xingar, não deixei de pensar e passei a comer capim não, falo por que banalizaram a seleção, que virou um produto na mão de um senhor que pelas próprias palavras disse que não gosta de futebol. NÃO GOSTA DE FUTEBOL. Mas preside a principal entidade de futebol do país. Como pode isso? Penso que ele, com sua voracidade em vender a nossa seleção, acabou com o prazer do brasileiro em assistir os jogos da amarelinha. Acabou o tesão do brasileiro em ver o Brasil jogar.

O time jogou sem motivação? Não! O time jogou sem força? Não! O time jogou sem técnica e sem técnico. Primeiro, não tinhamos jogadas ensaiadas. Só aquele lançamento do T.Silva pro Pato que sempre tinha dois paraguaios em sua cola. Não tinhamos um centroavante matador para lançarmos a bola na área e ele fazer mágica como vários goleadores da seleção no passado tinha. O Paraguai visivelmente não queria jogar bola, queria pegar o erro do Brasil e tentar a sorte. Faltou ao Mano a visão de que se não marcassemos gol na primeira etapa, deveriamos ter Lucas(SPFC) e Elano no começo do segundo tempo para deixar os paraguaios loucos. Pena que ele não tem visão de jogo como tem Zagallo, Parreira, W.Luxemburgo e outros. Ontem disseram que o Brasil treinou cobranças de penaltis para uma eventual necessidade. Acho que treinaram em outro tipo de campo. Possivelmente em uma universidade americana escondida no interior argentino, com o “Y” ao invés de traves do nosso futebol. Retirei o trecho abaixo do site Terra, para provar que não foi só eu que vi, desde o primeiro jogo que o Brasil não quer jogar, quer dar show. Mas se esquece que pra dar show, tem que saber jogar.

A melhor chance brasileira veio aos 31min. André Santos cobrou falta na esquerda e Lúcio entrou de carrinho. A bola pegou em Villar e o gol não saiu por pouco. Esta foi a única finalização correta do Brasil no primeiro tempo, o que indicava um erro recorrente nesta campanha na Copa América: capricho no acabamento das jogadas. 

Faltou o gol. Na maioria das vezes faltava o arremate na hora certa. Não critico ninguém em particular, mas que houve preciosismo isso teve e muito. Faltou o homem gol, aquele que pega a sobra e chuta de onde for para balançar as redes.

Faltou calma ao Ganso, pois futebol ele tem. Mas acho que ainda tá preocupado com a proposta dos clubes europeus e sua recente recuperação da lesão que o afastou do futebol por alguns meses.

Faltou tranquilidade ao Neymar. Faltou cabeça ao jogador que infelizmente se deixou levar pela fama. Mesmo jogando uma barbaridade, ainda falta experiência e noção de coletividade. Ele é muito bom jogador, mas ainda tem que aprender bastante para virar um craque como querem que ele seja.

Faltou principalmente técnico, que infelizmente vamos ter que aguentar até os amistosos com a Argentina.

Agora é esperar pelos amistosos que vem por aí, pra ver o que vai mudar. E torcer pela minha seleção. A alvinegra, óbvio.

Ceará Sporting Clube.
Meu Vozão campeão arrastão 2011.

Aprenda a usar as redes sociais a seu favor

Saiba usar as redes sociais a favor do seu marketing pessoal.
Marketing Pessoal nas redes Sociais

Marketing pessoal: use as redes sociais a seu favor

Escrito por Gabriel Galvão em 25 fev, 2010

Marketing pessoal não é nenhum assunto novo. Redes sociais também não. A relação entre os dois é que não é muito bem compreendida por muitos profissionais, que acham que basta estar nas mídias sociais para melhorar seu destaque no mercado de trabalho. Como já dito em alguns artigos pela blogosfera, o simples fato de se inscrever e editar um perfil em algum site de relacionamento não quer dizer que você realmente “está” lá. E justamente por isso nenhum marketing pessoal surte efeito quando você não é atuante dentro das redes sociais.

Estratégias para elevar seu destaque no mercado devem envolver também a atuação dentro das redes sociais. Twitter, Facebook e LinkedIn e outras páginas de relacionamento dão uma prévia de quem é o indivíduo, suas habilidades e experiências, aspirações profissionais e o que está fazendo para alcançá-las. Mas, como dito acima, não basta apenas sair postando tudo que pensa a cada quinze minutos. A qualidade do que você publica reflete o quão sério você se apresenta nas redes sociais.
E como levar as redes sociais a sério?

Não falo em tratar as redes sociais de forma sisuda. Eu mesmo não uso as redes sociais apenas para falar de trabalho. Contudo, posso garantir que a maioria das minhas postagens traz algo interessante para quem me acompanha digitalmente. Algumas dicas podem ser observadas para que você seja alguém de destaque dentro das redes sociais:

Esteja presente, mas não seja um chato: poste regularmente, mas não de minuto em minuto. Qualidade não quer dizer necessariamente quantidade, principalmente se você estiver no Twitter, onde muitas postagens seguidas tornam seu perfil enfadonho e inconveniente. Se você estiver usando microblogs (e praticamente todas as redes estão aderindo a esse recurso), dez postagens ao longo do dia já dá para fazer com que as pessoas notem você e seu marketing pessoal;
Entregue valor: pessoas que publicam apenas frases de interesse exclusivamente pessoal para o autor, como “comendo pipoca e assistindo filme”, “acabei de voltar da academia” e “vou dormir agora”, de certa forma demonstram que ele está mais interessado em falar apenas dele, e pessoas que falam somente de si mesmas são consideradas pedantes e egoístas. Para ser relevante, não fale apenas de si. Trate de assuntos que possam interessar a muitas pessoas. Só assim poderá fazer com que seus contatos nas redes sociais vejam em você pontos semelhantes neles;
Dialogue: relacionamentos, mesmo em meios virtuais, são vias de mão dupla. Quando você somente fala, sem dar a chance do outro responder ou menosprezando o que ele diz, torna-se um verdadeiro chato. Faça perguntas, enquetes, responda questionamentos, enfim, converse com as pessoas. É a forma mais primitiva e eficiente de fazer amigos, e um dos requisitos do marketing pessoal.

Usando as redes sociais a seu favor, suas ações para incrementar seu marketing pessoal tornam-se bem mais eficientes. O poder das redes sociais amplifica sua voz e divulga seu perfil profissional para os quatro cantos do mundo. Por isso, cuidar da sua rede é fundamental.

Veja o original em:

http://www.pontomarketing.com/marketing/marketing-pessoal-use-as-redes-sociais-a-seu-favor/#ixzz1SJjMFX4G
ou siga no Twitter: @pontomarketing
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

O que são redes sociais?

Introdução às redes sociais.

Facebook, twitter, youtube, orkut, flickr, msn.
As redes sociais mais conhecidas no Brasil

Sites como o Facebook e o Twitter estão por toda a parte, atualmente. Você ouve falar em tweets e em postar em murais e fica se perguntando se o mundo das redes sociais é para você. Esta breve explicação irá ajudar você a entender o que são redes sociais. Depois, apresentaremos você às redes sociais online Facebook e Twitter, juntamente com instruções de como começar a usá-las e como se manter seguro. Vamos lá!

O que são redes sociais?
Grosso modo, redes sociais são um meio de se conectar a outras pessoas na internet. Os sites de redes sociais geralmente funcionam tendo como base os perfis de usuário – uma coleção de fatos sobre o que um usuário gosta, não gosta, seus interesses, hobbies, escolaridade, profissão ou qualquer outra coisa que ele queira compartilhar.

Geralmente, esses sites oferecem vários níveis de controle de privacidade. Por exemplo, o Facebook permite que outras pessoas encontrem o seu perfil, procurando pelo seu nome ou endereço de email, mas você pode proteger as informações particulares do seu perfil de qualquer um que você não tenha aprovado especificamente. No Twitter, você pode definir que suas atualizações sejam particulares, podendo ser vistas apenas pelas pessoas que você aprovar.

O objetivo das redes sociais é juntar um grupo de pessoas com quem você esteja interconectado por um ou mais fatores.

Algumas redes sociais estão montadas especificamente ao redor de interesses especiais. Esses sites existem para compartilhar experiências, conhecimentos e formar grupos sobre tópicos específicos.

Redes sociais: por que se incomodar?
Definir o que são redes sociais é fácil. Geralmente, a pergunta que as pessoas que não estão usando essa tecnologia realmente se fazem é “por quê?”. A maioria das pessoas que se envolve com o Facebook e o Twitter veem benefícios tangíveis (e alguns intangíveis). Quando você cria uma rede social, elas tendem a funcionar muito com as redes de relacionamentos no mundo real. Você vê notícias, discute problemas do trabalho e da vida particular, compartilha suas ideias e tem acesso a experiência e expertise a que não teria acesso de outra forma.

Contatos são contatos, estejam eles online ou no “mundo real”. A velha frase “não é o que você sabe, mas quem você conhece” é verdadeira – quanto mais pessoas você conhecer, melhor. Talvez aquele seu velho amigo do ginásio esteja começando um novo negócio e precise da sua expertise. Definitivamente, conhecimento é poder.

Abrir uma conta no Facebook é realmente fácil, e não deve demorar mais do que alguns minutos para fazer a configuração inicial. Acesse a página inicial do Facebook e siga as instruções

Twitter: aspectos básicos
O Twitter confunde mais as pessoas do que o Facebook. Ele parece realmente pouco intuitivo: como dizer qualquer coisa em apenas 140 caracteres? A ascensão meteórica da popularidade do Twitter é uma boa indicação que de é possível se comunicar bem, mesmo com tão poucas palavras. De fato, a Nielsen.com afirma que o Twitter tem um crescimento mensal de 1.382%.

O Twitter foi fundando em 2006 por Jack Dorsey e, sendo um serviço tão novo, tem um grande contingente de fãs ardorosos. O microblogging (pequenas entradas de blog com apenas um pensamento ou evento) cresce em popularidade pelo mesmo motivo, em parte, pelo qual o Facebook também se torna mais popular: a sensação de comunidade.

É necessário pouquíssimo tempo para fazer uma atualização de 140 caracteres e compartilhá-la com amigos e contatos. E demora muito pouco para eles fazerem o mesmo. Saber o que as pessoas estão fazendo, pensando e lendo cria novas definições de comunidade.

E não é só isso: o Twitter é um jeito ultrarrápido de disseminar notícias ou informações importantes. Os posts no Twitter são chamados de tweets, e, quando você retransmite um tweet, ele se torna um retweet. Essa funcionalidade permite que você compartilhe o que é importante para você simplesmente clicando em alguns botões.

Hash tags (tags precedidas de “#”) representam um tópico no Twitter. Por exemplo, programas de TV populares terão hash tags quando as pessoas fizerem comentários em tempo real, enquanto o programa estiver no ar. Se você estiver assistindo a um programa chamado 24, por exemplo, e quiser conversar sobre ele com outras pessoas que também estiverem assistindo, poderá seguir os comentários no Twitter, procurando por #24.

O léxico do Twitter O Twitter tem o seu próprio vocabulário. Aqui estão alguns dos termos mais comuns:
Tweet: Uma atualização/post de 140 caracteres ou menos no serviço do Twitter.
Retweet: Retransmitir um tweet de um contato para a sua própria lista de contatos.
Hashtag: O uso do sinal da tralha (#, chamado em inglês de “hash”) antes de um tópico no seu tweet. Por exemplo, você usaria a hashtag #houstonrockets ao falar tweetar sobre o time, para que outros torcedores possam achar seu tweet facilmente.
Tweeps: Pessoas que usam o Twitter e que você segue em mais de uma rede social (por exemplo, alguém que seja seu contato no Facebook e no Twitter).
Twitosfera: A comunidade total de tweeters.
@nomedeusuário: É assim que você faz um link para um usuário específico no Twitter. @stephenfry, por exemplo, é o link para a conta do popular comediante britânico Stephen Fry.
DM: Sigla para Mensagem Direta (Direct Message). Você pode enviar uma mensagem particular para outro usuário, digitando “d nomedeusuario” (sem as aspas).
Abrir uma conta no Twitter é mais fácil do que no Facebook e não deve demorar mais do que alguns minutos para fazer a configuração inicial. Acesse a página inicial do Twitter e siga as instruções

Como as empresas usam o Facebook e o Twitter
Mesmo que isto seja uma breve apresentação, é importante você saber como as empresas e marcas estão usando esses serviços para conseguir audiência. Esse tipo de marketing social funciona porque ele se apoia em construir uma comunidade, o que tem aspectos bons e ruins para o cliente. Vejamos quais são esses aspectos.

Aproveitando ao máximo os relacionamentos da marca Quando você entra numa página de fãs de uma marca no Facebook (a Campanha Dove pela Real Beleza é muito popular, só para citar uma), você pode ter grandes benefícios. Frequentemente, o pessoal do marketing usa páginas de fãs e contas do Twitter para pedir opiniões das pessoas sobre produtos. Como você usa o produto? O que você faria para deixá-lo melhor? Qual é o maior problema dele? É uma grande oportunidade de se fazer ouvir em um ambiente em que as marcas falam diretamente com as pessoas. Se fizerem essas perguntas para você, tente separar um tempo para responder, para que você possa falar sobre seus produtos favoritos.

Outro grande “efeito colateral” do marketing social no Facebook e no Twitter é a oferta especial. As empresas com frequência tweetam ofertas especiais que não estão disponíveis em outro lugar, dando uma oportunidade de ouro para fazer um negócio que mais ninguém vai fazer. Ou você pode se tornar um fã do seu restaurante local favorito no Facebook e receber avisos de happy hours especiais para fãs ou outros eventos.

Como o mundo das redes sociais se baseia em construir relacionamentos, as marcas realmente querem fazer um esforço para fidelizar os clientes. Clientes insatisfeitos que tiverem muitos contatos podem se tornar o pesadelo das relações públicas, de uma hora para outra. Basta navegar em um site de defesa do consumidor, como o Consumerist, se você duvidar do poder de um consumidor enganado.

Quer ver o que a HP faz no Facebook e no Twitter? Veja a página de fãs da HP no Facebook ou veja as últimas notícias da HP seguindo @HPNews no Twitter.

Não deixe a marca fora do gancho Para ter todos os benefícios oriundos de estar envolvido ativamente em comunidades de fãs de marca e contas de Twitter, ainda há algumas questões importantes. Empresas inescrupulosas podem tentar usar informações particulares de modo errado, vendendo-as para scammers. Se você suspeitar que isso aconteceu com você, não hesite em avisar o suporte do Facebook ou do Twitter.

E se a marca em si acabar sendo um spammer? Geralmente, as marcas não entendem como se relacionar no espaço social, e acabam se tornando fontes de incômodos e spams para o consumidor. Se você receber várias mensagens por dia só com promoções, sem nenhum conteúdo, sinta-se livre para romper os laços com a empresa imediatamente.

Postado originalmente em :
http://h30458.www3.hp.com/br/ptb/smb/941786.html